QuickOf Pqatsi

A Sombra da Maldade

Eu sei
Que ela nunca mais apareceu
Na minha vida, minha mente, novamente

Eu sei
Que o que ficou não desapareceu
A minha vida muda sempre lentamente

E como a lua que dá voltas pelo céu
Que mexe tanto com o presente quanto o ausente

Eu sei, eu sei, eu sei
Eu sei, eu sei, eu sei
Não sou vidente mas sei o rumo do seu coração

Permita, que o amor
Invada sua casa, coração
Que o amor
Invada sua casa, coração
Que o amor
Invada sua casa

Saia, não vaia
Não caia na navalha
Que corta a tua carne e sangra todo
O que você precisa descobrir

Eu sei
Que ela nunca mais apareceu
Na minha vida, minha mente, novamente

Eu sei
Que o que ficou não desapareceu
A minha vida muda sempre lentamente

E como a lua que dá voltas pelo céu
Que mexe tanto com o presente quanto o ausente

Eu sei, eu sei, eu sei
Eu sei, eu sei, eu sei
Não sou vidente mas sei o rumo do seu coração

Permita, que o amor
Invada sua casa, coração
Que o amor
Invada sua casa, coração
Que o amor
Invada sua casa

Saia, não vaia
Não caia na navalha
Que corta a tua carne e sangra todo
O que você precisa descobrir

Permita, que o amor
Invada sua casa, coração
Que o amor
Invada sua casa, coração
Que o amor
Invada sua casa

Please, don’t stop it now

Tive, sim

Tive, sim
Outro grande amor antes do teu
Tive, sim
O que ela sonhava eram os meus sonhos e assim
Íamos vivendo em paz
Nosso lar, em nosso lar sempre houve alegria
Eu vivia tão contente
Como contente ao teu lado estou
Tive, sim
Mas comparar com o teu amor seria o fim
Eu vou calar
Pois não pretendo amor te magoar

D. e maior parcela da sociedade adolescente anda assim. Uma pena. Embora o caso dela seja mais de outro transtorno do que só o ego assintotando infinito.

D. e maior parcela da sociedade adolescente anda assim. Uma pena. Embora o caso dela seja mais de outro transtorno do que só o ego assintotando infinito.

Só pra não falar do jeitinho brasileiro, falam o mesmo dos Russos.

E oia, um dia eu vou pra lá ainda!

KAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAALIIIIINNNKAAAA Kaliiiiinka Kalinka Moya!

Adoro essa Alemoa! Tanta gente nova que quero trazer aqui - e trarei :-) (em Padaria Alemã)

Adoro essa Alemoa! Tanta gente nova que quero trazer aqui - e trarei :-) (em Padaria Alemã)

Simulacra
Al Garcia / All Things Must Converge

Sabem a sinfonia de Bethoven para o Alex? Pois é… Aquilo funciona, até na perspectiva inversa.

0 reprodução
Ensaio sobre o amor

Comentei o seguinte post essa manhã, propondo um breve ensaio sobre o amor. Vejamos o que dará:

Ana,

Perdoe-me mas não concordo contigo e nem com a maioria dos comentários aqui quando tange o ponto do eu.

"A partir desse buraco em que entrei, me descobri forte o bastante pra ter a certeza de que hoje sou a minha melhor companhia!"

Tenho percebido que essa é a fuga mais usada (E de certa forma medíocre) que as pessoas tem utilizado para justificar a necessidade de um ego tão elevado. Porque gostar de si é simplesmente gostar de si. A companhia própria não tem que bastar só porque você gosta de si - humanos tem anseios e é um ser social sim, não nasceu pra ser sozinho e nem estar sozinho.

Mas ai vem as desilusões - profissionais, pessoais, afetivas, etc - e nos esfregam na cara que temos que ser fortes e seguir em frente. É, de fato é um bom plano, mas até onde é interessante inflar o ego pensando nisso? Porque de um ego inflado por exemplo eu fui trocado por um amigo porque optei não por encher o ego, mas encher uma vida - e não fui reconhecido nisso (Até hoje não o sou).

De resto, o discurso da maioria das mulheres que comentaram aqui (E de alguns homens também - irão entender) é balela: A maioria acha o texto lindo e tudo o mais, mas a maioria continua preocupada com o próprio ego. *EU* tenho que amar, *EU* tenho que ser amada/o, EU isso, EU aquilo. O outro perdeu o foco, o outro não pode cultivar amor no outro se não for autorizado - e a gente anda armado até os dentes.

Citei no meu blog para uma amiga ontem (O Link - pra caso a moderação prefira editar, fica fácil remover: http://leleobhz.tumblr.com/post/80746023984/ate-quando-finge-que-se-importa-que-foi-real-que ) a seguinte passagem:

"A paixão é instantânea, violenta e descontrolada. Sentimos por alguém sem nosso controle ou vontade, simplesmente sentimos. A paixonite integra isso no tempo (Oi Cálculo!). Mas o amor não. O amor a gente cria, a gente alimenta, a gente faz crescer - e faz ruir também."

A paixão e a paixonite não criamos, mas o amor sim. Amor não vem e nem vai de graça - e é por isso que sofremos tanto por ai. Mas acho que devemos pensar duas vezes antes de (Na minha perspectiva de homem) descartar aquele garoto que tem um monte de defeitos na superfície, mas pode ter amor pra dar.

E hoje em dia, mulher nem homem algum querem pensar nisso. Querem um ensaio sobre o que estou dizendo? Homens e mulheres que comentaram aqui tão vividamente procurando este amor: Porque não contactam uns aos outros? Mas contactem abertos, deixando a conversa fluir, deixando as coisas irem, de peito mais aberto (Mas claro, sem baixar a guarda da defesa - que é fundamental). Faço o desafio - e mais tarde procuro alguém aqui que tenha achado bacana também pra procurar o mesmo. E ai a gente põe a prova tudo que tanto o texto quanto os comentaristas estão escrevendo.

“Até quando finge que se importa, que foi real, que significou?
Aliás, pra que fingir tanto? Dá um trabalho…
Melhor uma sinceridade fria do que um sentimento fingido.
É, é muito fingimento.
E eu? Eu só tenho que lidar. Eu não tenho opção de escolha porque eu simplesmente me rendo ao que sinto.
Eu sou assim, quando eu amo, eu amo demais. Eu sou vulnerável, eu sou eu na minha mais pura essência.
É, é bonito de se ver.
Pena que nem sempre é apreciado, valorizado.
Você, por exemplo, olha e finge que não vê. Ignora as tantas vezes que eu escrevi “eu te amo” e falei pra você para dar uma segunda chance à gente.
Hoje não, hoje você não vai me enganar. Hoje quem vai ser mais forte sou eu. Eu vou ser aquela fria de alguns anos atrás que você nem sonhava em conhecer.
Meu único objetivo será só uma mera busca de prazer.
Pff… Que bobagem. Escrevo e escrevo na tentativa de tentar me enganar e tirar você da cabeça.
Porque você sabe; eu esperaria 1, 2, 1000 anos por você.
Pior: você sabe.
Você só finge não saber, como tudo o que faz na vida.
Cada um carrega o fardo que acha que consegue.
O meu é te amar. O seu é fingir que não me ama.
Infelizmente, minha mãe sempre me disse: querer não é poder.
É, querida mãe, não é mesmo. Que pena.”

Amiga,

A força e a integridade são valores constantemente postos a prova. Quanto mais o somos, mais desafiados somos, porque as pessoas não tem esses valores.

Com o amor não é diferente, mas tem um agravante: Nós mesmos fazemos isso conosco. Nós amamos, intensamente quem amamos, mas nos permitimos ser amados também na mesma intensidade? E quando somos amados por quem não amamos? Isso faz a coisa ser pior? É, é a exata inversão do pensamento…

A paixão é instantânea, violenta e descontrolada. Sentimos por alguém sem nosso controle ou vontade, simplesmente sentimos. A paixonite integra isso no tempo (Oi Cálculo!). Mas o amor não. O amor a gente cria, a gente alimenta, a gente faz crescer - e faz ruir também. 

Então deixo a pergunta: Permitirias ser amada como amas, ainda que não ames? Criarias o sentimento por quem inicialmente tu não acreditas que teria algo? Permitirias descobrires que pode sentir exatamente o que dizes que sente não só por um ou dois, mas por qualquer um que queiras ou que não queiras, bastando que cries a emoção?

Haja abstração!

(Fonte: aboutcerejando)

Fuçando por ai no Youtube….

Claudio Bravo, Madona.
Me chamou atenção ferozmente os dois olhos….Isso valeu a ida ao CCBB hoje :)

Claudio Bravo, Madona.

Me chamou atenção ferozmente os dois olhos….

Isso valeu a ida ao CCBB hoje :)

dream-anddesire:

Preciso traçar essas #metas em minha vida #URGENTE #decepções #chateada #desistindo #das #pessoas

Mas veja, essas metas precisam que se CONFIE nas pessoas. O que é preciso é que elas - e nós - deixemos de ser egoístas.

dream-anddesire:

Preciso traçar essas #metas em minha vida #URGENTE #decepções #chateada #desistindo #das #pessoas

Mas veja, essas metas precisam que se CONFIE nas pessoas. O que é preciso é que elas - e nós - deixemos de ser egoístas.

(via camilaaires)

“Quando é que as pessoas vão entender que amor não se conjuga no passado?”

Florejeiras.    (via verbeais)

Rancor também não, amiga.

(Fonte: nevarias, via aboutcerejando)